NOTÍCIAS

Ford apresenta veículos comerciais no CEAGESP

A Ford mostrou seus princiais veículos - indicados para o setor de transporte de carga perecível e seca - do setor hortifrutigranjeiro. Os modelos Ford Cargo Euro 5 e a Transit Chassi foram apresentados no CEAGESP de São Paulo, na capital paulista, durante a FEMETRAN (Feira dos Meios de Transporte, Movimentação e Logística de Produtos Hortifrutícolas). O Ford Transit Chassi, o Cargo 816, Cargo 2429 e o Cargo 1933 foram os escolhidos para a mostra. "A feira da CEAGESP é de grande importância por ser o maior entreposto de frutas, legumes, flores, aves e pescados da América do Sul. Ela funciona praticamente 24 horas e tem uma movimentação média diária de 10 000 caminhões", diz Pedro Aquino, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

O Transit Chassi é indicado para o transporte de cargas volumosas em centros urbanos, podendo aceitar implementos, como o baú, de até 20,3 m³. Conta com motor Duratprq 2.4 litros turbodiesel, 115 cv de potência, câmbio de 6 marchas e tração traseira. Vem equipada de fábrica com airbag para o motorista, freio a disco nas quatro rodas com ABS e distribuição eletrônica de frenagem, controle eletrônico de estabilidade e tração e assistência de partida em rampas. O PBT deste veículo é de 3,5 t.

O sucessor do Cargo 815, o 816, tem PBT de 8 250 kg, capacidade de tração de 11 000 kg e três distâncias entre-eixos. Possui motor Cummins Euro 5 ISBe 4,5 litros, com 162 cv de potência. O novo Cargo 2429 também vem munido de um motor Cummins Euro 5 ISBe 6,7 litros. Na configuração 6x2, tem um PBT de 23 t, e pode ser usado como basculante, furgão lonado, tanque, vaú isotérmico, de alumínio, frigorífico e transporte de carga seca. O motor conta com seis cilindros, potência de 290 cv e câmbio de seis marchas.

O cavalo mecânico da nova geração, o Cargo 1933, foi aprimorado para aumentar a economia, potência e a rentabilidade, além do conforto. O motor Cummins Euro 5 ISL 8,9 litros de seis cilindradas, tem 334 cv de potência e câmbio sincronizado de 13 marchas.

Fonte: Transporte Mundial